domingo, 7 de agosto de 2016

Pokémon Go, o lado obscuro



Paz meus queridos. Está escrito: “Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação de vossa mente para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e prefeita vontade de Deus.” (Romanos 12:2).
A palavra grega para transformação de mente é: (μεταμορφοῦσθε) metamorfose; isso mesmo. Os modismos do mundo (moral) não podem sobrepujar aquilo que Jesus fez por nós, os nascidos de Deus. Percebo o quanto a moral mundana tem entrado no meio do povo evangélico e muitos estão despercebidos como àquelas virgens néscias que achavam a chegada do noivo demorada e não se posicionaram para encher o teu candeeiro.  
Quantos defendem políticos que criam leis de inversões de valores; quantos compram roupas da moda para agradarem aos filhos (não estou dizendo que seus filhos devem andar que nem mendigos). Quantos ensinam ou deixam seus filhos ouvirem músicas que fazem apologia ao sexo exacerbado e às drogas?Ou até permitem que seus filhos e filhas crentes façam sexo sem ter casado?
Levamos à Palavra de Deus que ouvimos da igreja ao mundo e não levar o mundo para a igreja.
Bem, há alguns dias surgiu um aplicativo denominado Pokémon (Pocket= bolso Mon= monster= monstro). Logo tal palavra significa monstro de bolso.

O aplicativo Pokémon Go ( foi o aplicativo mais baixado em todo o mundo). Esse jogo, aparentemente inocente para smartphones, o objetivo do jogador é capturar Pokémon. Entretanto, essa captura se dá no entorno real, mediante recursos como a câmera e o GPS.
O aplicativo tem a localização real de cada usuário e, com base nelas, adiciona realidade em cada jogo. Logo é preciso se locomover fisicamente para capturar os monstros.
Um dos sites de pornografias elogiou a empresa criadora do aplicativo por ser a mais acessada em todo o mundo. Infelizmente, a pornografia é um dos sites mais acessados por todo o mundo e a aplicativo superou.
Existem especulações que a empresa Keyhole Inc. foi patrocinada por uma empresa de capital de risco chamada In –Q-Tel, que é uma fundação especialmente da CIA( Companhia de Inteligência Americana); em suma,é um tipo de vigilância.  
Jornais de grande circulação nacional e internacional noticiaram roubos, acidentes e até mortes por causa desse inocente jogo. Em Goiânia, um jovem teve o celular roubado por parar nos famosos pokestops; um homem que dirigia seu veículo colidiu com uma árvore por estar perseguindo os monstros de bolso.
O Exército Israelense baniu o aplicativo entre seus militares temendo vazamento de informações. O jogo capta dados reais do aparelho do usuário.
Nos EUA, um grupo de rapazes foi preso por cometer assaltos a jogadores do Pokémon Go. A localidade dos pokestops, que são lugares sombrios, também pode expor os usuários a sofrer abusos sexuais.
Especula-se que as pokebolas são semelhantes aos recipientes de bronze da Goetia (seita satânica de feitiçaria, na qual existem 76 demônios). Alguns pokémons se parecem com os demônios da Goetia.
Crianças podem ser atropeladas em busca do seu Pokémon; um adolescente americano se deparou com um cadáver quando ia pegar seu monstrinho na beira lago, numa cidade dos EUA.  Quatro adolescentes foram assaltadas em Goiânia.
 Existem pessoas usando o jogo em velórios, nas igrejas e em reuniões de negócios.
O governo do Japão fez apelo para que usuários do aplicativo ficassem longe da usina radioativa de Fukushima.
Amados, vivamos pela Palavra e ensinemos aos nossos filhos a não ser influenciado pelo mundo (moral), mas como filhos de Deus, em Jesus Cristo, possamos mudar pela renovação da nossa mente e experimentemos a boa, perfeita e agradável vontade de Deus.
Shalom a Todos!
Pr. Weliton Santos
11 98136-6877 (Whatsapp).



Nenhum comentário:

Postar um comentário