domingo, 30 de outubro de 2016

As Dez Fases do Sofrimento de Jesus (parte 2)



Shalom Adonai meus queridos. Gostaria de colocar dois versículos áureos para essas duas fases que serão faladas.
A primeira é:  "Assim como houve muitos que ficaram pasmados diante dele, sua aparência estava tão desfigurada, que ele se tornou tão irreconhecível como homem; não parecia ser humano;"(Isaías 52: 14). 

A segunda está em Isaías 53-3:"Ele foi desprezado e rejeitado pelos homens, um homem de dores e experimentado no sofrimento. Como alguém de quem os homens escondem o rosto, foi desprezado, e nós não tínhamos estima."

                                                                        Os Açoites

Yeshua (Jesus) veio a este mundo para ser homem de dores. O preço do resgate no passado era a doação/sacrifício. E Adonai (O SENHOR) doou o Cordeiro Santo para salvar e redimir toda humanidade: Yeshua HaMashiah (Jesus o Messias).

Em Lucas 23: 1-25 e João 19: 1-17; houve a farsa do processo preparado pelo Sinédrio hebraico, o envio de Jesus a Pilatos  e o desempate entre o procurador romano e Herodes. Pilatos ordena o flagelo de Yeshua (Jesus); então, os soldados o prendem numa coluna do pátio com os dois pulsos amarrados numa corda.

O tipo da arma que açoitou Jesus era:  tiras de couro, sobre as quais são fixadas bolinhas de chumbo e pequenos ossos. Eram dois soldados com açoites, um de cada lado, que golpeiam com chibatadas a pele do Senhor, já alterada por milhões de micro hemorragias provocadas pelo suor de sangue. A pele se dilacera (carne viva) e se rompe. O sangue espirra em cada golpe dado pelos flageladores. Vale salientar que, o máximo de chibatadas tomadas não chegavam a 40, pois antes disso, o flagelado desmaiava ou morria.
 Mas Jesus, tomou as 40 chibatadas e suportou toda dor por mim, por você, independente de sua religião e sua crença. Ele nos amou tanto; sua motivação para não morrer no flagelo foi toda humanidade que seria resgatada por Ele. Nesse flagelo, as forças de Jesus se esvaem, um suor frio lhe impregna a fronte a cabeça gira em uma vertigem de náusea, calafrios correm ao longo das costas.

                                                                     A Coroa de Espinhos

Com longos espinhos mais duros do que os de acácia, os algozes entrelaçam uma espécie de capacete e colocam sobre a cabeça de Yeshua (Jesus).O espinho penetrou no couro cabeludo do Senhor, fazendo- o sangrar. A madeira da acácia (ou cetim) era duro e sua planta tinha espinhos pontiagudos, sendo usado para criar os símbolos sagrados: arca, mesa e altar. 
Em Hebraico, o termo usado para acácia era shittah e seu plural shittin. As suas flores se parecem com pequenas bolas de ouro, também conhecidas como os louros da vitória. O incenso também foi feita da madeira da acácia.  De acordo com estudos, a coroa de espinhos foi feita de uma rara acácia egípcia, na qual eram mais duras e pontiagudas que a comum.  
Na Austrália, as sementes da acácia são estimuladas, infestadas e propagadas pelo fogo. Jesus passou pela prova do fogo ao ser flagelado. estimulou, infestou e propagou a salvação a toda humanidade por dois viés: 
1- o seu sangue derramado no corredor;
2- ao suportar os açoites e a coroa de espinhos. 

Depois da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, Ele disse o seguinte: " Digo-lhes verdadeiramente que, se o grão de trigo não cair na terra e não morrer, continuará só. Mas se morrer, dará muito fruto." (João 12;24).   

Amados, Jesus foi desprezado, experimentado por dores, sofrimentos e chagas que homem comum não poderia suportar. Se você ainda não morreu para os vícios, o pecado, a mentira, a malícia; se está errando o alvo (hamartia - conceito de pecado), é hora de morrer em Cristo ( deixar a vida errada, o erro) e segui-Lo de todo o coração. Ser nova criatura em Cristo, ter uma aparência gloriosa, cheia do Espírito Santo e dar frutos.
Existem três fases para que o trigo morra:
1- se despe da sua  casca;
2- seca e desnuda;
3- ressurge com nova aparência.

Jesus, ao ser provado, teve sua pele em carne viva, foi despido das suas vestes e derramou a última gota de sangue e no terceiro dia ressurgiu com aparência gloriosa. 
O apóstolo Paulo disse : " Pois aqueles que de antemão conheceu, também o predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que Ele seja o primogênito entre muitos irmãos." (Romanos 8:29). 

Vale salientar aqui que a palavra predestinação não significa uma espécie de escolhidos, como muitos estudiosos colocam. Mas o sacrifício de Jesus foi para todos; entretanto, somente os que  confessarem a Jesus como Senhor e Salvador será salvo. Deus salvou a todos!
Jesus vos abençoe!
Pr. Weliton Santos 
   

domingo, 23 de outubro de 2016

As dez fases do sofrimento de Cristo (parte 1)


                 
Está escrito: "Assim como houve muitos que ficaram pasmados diante dele, sua aparência estava tão desfigurada, que ele se tornou tão irreconhecível como homem; não parecia ser humano;"(Isaías 52: 14).
Estou fazendo um estudo sobre o grande amor de Deus, a conquista da nossa salvação, da plenitude e do sofrimento do Nosso Senhor Jesus.
A Bíblia diz que Deus amou o mundo de tal maneira que deu... A palavra dar significa compartilhar, conceder, presentear; isso o Pai fez: Deu o seu Filho Unigênito Jesus Cristo (João 3:16). Qual foi o propósito de Deus em dar o Seu Filho? 
A fim de que todo aquele que cresse em Jesus não perecesse ( morte espiritual, inferno, logo do fogo e enxofre; passar a eternidade longe de Deus); mas que tivesse a vida eterna.
Lembre-se queridos: 
1- A "morte eterna" é uma eternidade no inferno e, posteriormente, no lago de fogo e enxofre. " Ele punirá severamente e lhe dará lugar com os hipócritas, onde haverá choro e ranger de dentes.". ( Mateus 24:51). e diz mais: "E lancem fora o servo inútil, nas trevas, onde haverá choro e ranger de dentes.". ( Mateus 25:30). E para finalizar: "E estes irão para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna.". ( Mateus 25:40).  Queridos, Jesus fala dos hipócritas ( aqueles que pregam a Palavra e não vivem, são falsos, adúlteros, maltratam seus familiares, têm ódio no coração, são inúteis na obra, não são dizimistas e ofertantes, não respeitam a autoridade espiritual, são maliciosos, não ganham almas, querem fama, fazem a obra por dinheiro, falam mal dos irmãos, criticam os irmãos pela internet, nas pregações...) Estes são inúteis, avarentos, e se não houver arrependimento, irão para o inferno. E todos os que praticam a mentira, a imoralidade, que adoram imagens (seja de animais,deuses ou alguma pessoa/ personalidade), homossexuais ativos ou passivos, ladrões, avarentos (aqui coloco também os que retém aquilo que é de Deus: dízimos e ofertas e amam o dinheiro), alcoólatras, drogados, trapaceiros, caluniadores e maldizentes irão para o inferno e não herdarão o reino de Deus (Ver I Corintios 6:9 e 10).

2- A vida eterna é dada para os que vivem pela fé: amar a Deus acima de tudo e ao próximo como a ti mesmo. (Ver Mateus 22: 37- 40). 

Voltando a Isaías 52: 14, vamos estudar a fase dos sofrimentos de Cristo para nos resgatar do inferno e das trevas eternas.

                                                              Primeira Fase

A primeira fase está no Livro de Lucas Capítulo 22:44: " Estando angustiado, ele orou ainda mais intensamente; e o seu suor era como gotas de sangue que caíam no chão.".  

Por um momento, Satanás pensou que seria vitorioso: "Pai, se queres, afasta de mim esse cálice;" (Lucas 22: 42 parte a). O diabo estava rindo e pensando: a humanidade será minha. Mas o Amor de Cristo foi tão grande que Ele decidiu: " contudo, que seja feita a Tua vontade e não a minha." (Lucas 22: 42b). 

Jesus sabia o quanto seria difícil o resgate de toda humanidade do passado, presente e futuro; Ele passaria por uma morte humilhante, o diabo iria fazer de tudo para Yeshua (Jesus) desistir. Por isso um anjo o fortalecia ( Lucas 22:43).


A angústia foi tão grande que o seu suor era gotas de sangue. O único a relatar isso é o médico Lucas. Esse fenômeno chama-se hematidrose; esse caso é raríssimo. É produzido em condições excepcionais, tais como fraqueza física, acompanhada de um abatimento moral, profunda emoção, grande medo, a ponto de romper as finíssimas veias capilares que estão sobre as glândulas sudoríparas. O sangue se mistura ao suor e se concentra sobre a pele e então escorre por todo o corpo até a terra. Jesus viu o que seria carregar os pecados dos homens de todos os séculos, resgatá-los para Deus e ser considerado o Cordeiro de Deus,que  tira o pecado do mundo (João 1:29). 


Amados, tudo isso foi por Amor (Ágape), que não é um sentimento, mas um dos frutos do Espírito Santo. Por isso, receba Jesus como Senhor e Salvador da sua vida e viva a Plenitude de Deus e, no porvir, a Vida Eterna.

Fiquem com Adonai ( O Senhor).
Pr. Weliton Santos 
       

domingo, 9 de outubro de 2016

As dez maiores descobertas da arqueologia bíblica em Israel


Paz meus amados.
Estaremos começando uma série de estudos sobre a arqueologia bíblica.
As dez maiores descobertas da arqueologia bíblica, mostra a veracidade da Palavra de Deus. Jesus disse: "Os céus e a terra passarão, mas as minhas Palavras não hão de passar." (Mateus 24:35).
A arqueologia bíblica mostra aos cientistas e ateus o quanto eles têm sido tolos. A primeira descoberta é:

1-   Os Manuscritos  do Mar Morto.

Em 1947,os primeiros manuscritos foram encontrados em uma caverna às margens do Mar Morto por um jovem beduíno que cuidava de um rebanho de ovelhas. A notícia do achado espalhou-se rapidamente após a venda e aquisição dos primeiros manuscritos. De imediato a comunidade científica interessou -se pelo achado a "École Biblique et Archéologique Française de Jerusalém" desenvolveu pesquisas em Qumran e arredores  desde o final da década de 40 até 1956. O chefe da equipe, no período de 1951 a 1956 foi o frei dominicano Roland Guérin de Vaux (1899- 1971).
Os pergaminhos do Mar Morto, ou os manuscritos do Mar Morto são uma coleção com cerca de 850 documentos (em pergaminho), incluindo  textos da Bíblia Hebraica ( Antigo Testamento), que foram descobertos entre 1947 e 1956 em 11 cavernas próximos de Qumran, uma fortaleza a noroeste  do Mar Morto em Israel (em tempos históricos, uma parte da Judéia). Eles foram escritos em Hebraico, Aramaico e grego,entre o século II a.C. e o primeiro século depois de Cristo.

Fonte e Imagens: Cafetorah



Última Parte do Estudo de Gênesis 1



Paz amados.
Vamos postar a última parte do Estudo de Gênesis 1.
Romanos 5:12 diz: “ portanto, da mesma forma como o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim também a morte veio a todos os homens, porque todos pecaram;” . 
A palavra mundo aqui é Kosmos (universo). Portanto queridos, Lúcifer caiu depois da criação do homem e não antes. Pois:
1-Em Gênesis (1:31), Deus não chamaria de bom o universo onde já existia o pecado. 
2- O fato de Deus abençoar o sétimo dia como dia perfeito mostra que não havia nenhum traço de pecado.
3- O jardim do Éden foi criado no sexto dia e não antes.
4- A queda de Lúcifer foi depois da criação por orgulho de ser maior que Deus. Como ele foi lançado na terra, induziu a Eva a desobedecer a Deus.
A criação das plantas no terceiro dia mostra que Deus era a Luz e depois da criação das plantas, ele criou o Sol e as estrelas. A natureza foi criada para depender de Deus e não de astros.
Como a luz já havia sido criado no primeiro dia, as plantas precisavam de apenas de lua para produzir o seu alimento pelo processo de fotossíntese.
No sexto dia Deus criou os animais e o homem e dá plantas específicas para o alimento.
O homem era:
1- À imagem e semelhança de Deus;
2- Tinha domínio sobre a terra;
 3- Tinha domínio sobre os animais;

4- Foi abençoado com a multiplicação.
Amados, cada um tem a liberdade  de concordar ou discordar.
Que Jesus abençoe a todos!
Pr. Weliton Santos