segunda-feira, 7 de novembro de 2016

As dez fases do sofrimento de Cristo (parte 3)




Está escrito: " Ele foi oprimido e afligido; e, contudo não abriu a boca; como um cordeiro foi levado para o matadouro, e como ovelha que diante dos seus tosquiadores fica calada, ele não abriu a sua boca." ( Isaías 53:7).
Queridos, Jesus fez tudo por amor e para nos resgatar do inferno. Ele tornou-se fonte de salvação para todos os que creem  como está escrito: " Embora sendo Filho,ele aprendeu a obedecer por meio daquilo que sofreu;e,uma vez aperfeiçoado, tornou-se fonte de salvação eterna para todos os que lhe obedecem," (Hebreus 5:8-9).
Somente há salvação em Yeshua (Jesus); sem Ele não estamos salvos. Só há um mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo, Aleluia!

                                                          Eis o Homem 
Depois de ser açoitado, Pilatos apresentou Jesus à multidão e disse: Eis o homem. Os chefes dos sacerdotes gritavam: crucifica-O. Mas Pilatos respondeu: levem vocês mesmo. E os judeus responderam:
"Temos uma lei e, de acordo com essa lei,ele deve morrer porque se declarou Filho de Deus."( João 19:7). Jesus ferido, ficou muito tempo de pé; sem comer, beber estava ali sendo humilhado pelos judeus e por Pilatos. E mesmo assim, ficou calado e apenas respondeu o seguinte para o Pôncio: "Não terias nenhuma autoridade sobre mim, se esta não fosse dada de cima. Por isso, aquele que me entregou a ti é culpado de um pecado maior." ( João 19: 11). Ele encontrou forças para responder a Pilatos.
                                                         A Crucificação

Quando Pilatos entregou - O para ser crucificado, colocaram em seus ombros o braço horizontal da cruz, que pesa 50 quilos. A estaca vertical já estava plantada sobre o calvário. Jesus caminha com os pés descalços pelas ruas de terreno irregular, cheias de pedregulhos. Os soldados o puxam com as cordas. O percurso é de cerca de 600 metros.
Já fadigado, o Senhor arrasta um pé após outro, frequentemente cai sobre os joelhos. Seus ombros estão cobertos de chagas. Quando Jesus cai por terra, a viga lhe escapa, escorrega e lhe esfola o dorso. Finalmente, para ganhar tempo, os soldados escolhem um homem na multidão. Simão, o cireneu, que vinha do campo, e puseram-lhe a estaca sobre suas costas, para que ele levasse após  Jesus (ver Lucas: 23:26).

Ele foi como um cordeiro mudo, ficou calado recebendo os açoites no caminho do calvário, quando não conseguiu mais andar, os soldados colocaram nas costas de Simão de Cirene.
Cirene ficava na costa da África do Norte e tinha sido fundada como uma colônia grega por volta de 600 anos antes de Cristo. Quando essa comunidade grega foi entregue aos romanos, acolheu uma grande quantidade de judeus. a população judaica dessa província romana era tão significativa, que Jerusalém tinha o orgulho de ter uma "Sinagoga dos Libertos" para os visitantes de Cirene e para outros estados livres.

Simão era o pai de Alexandre e de Rufo ( Marcos 15:21). Uma coisa é certa: Simão viu face a face do Salvador crucificado. E por que será que esse homem foi lembrado?
Ele era impuro aos olhos do povo judeu, provavelmente estava em Jerusalém por causa da Páscoa e foi testemunha ocular do sofrimento e da crucificação do Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo(João 1:29).

Antes da crucificação, o cireneu era apenas uma figura obscura e pecador pois: "Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus"(Romanos 3:23). Era um perdido, pecador, condenado, incapaz de expiar os seus pecados, pois esse era o significado da Páscoa ( passagem da vida amarga e de escravidão para a liberdade). Após a cruz, as coisas mudaram; por meio da graça de Deus, manifestado no sangue de Cristo, fomos purificados e reconciliados com Deus. "Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criatura. As coisas velhas se passaram; eis que tudo se fez novo!" ( 2 Coríntios 5:17).

Pela fé, Simão foi remido dos pecados, assim como cada um de nós que éramos figura obscura, sem uma projeção; mas Jesus tirou nosso nome do inferno e colocou no Livro da Vida. Por meio desse sacrifício, temos todas as bençãos espirituais em Cristo: " Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com todas as bençãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo." ( Efésios 1: 3).

Amados, além da salvação, temos a paz, a alegria ( que são frutos do Espirito Santo), temos a prosperidade, temos saúde,pois Jesus levou na cruz do Calvário todas as nossas dores e enfermidades, Somos livres da depressão, da miséria, dos problemas familiares, conjugais, das crises existenciais ( pois o Espírito Santo nos convence do pecado, da justiça e do juízo) e não temos tais crises pois somos Filhos de Deus em Cristo Jesus. ALELUIA!
Que Jesus vos abençoe!
Pr. Weliton Santos.  



domingo, 30 de outubro de 2016

As Dez Fases do Sofrimento de Jesus (parte 2)



Shalom Adonai meus queridos. Gostaria de colocar dois versículos áureos para essas duas fases que serão faladas.
A primeira é:  "Assim como houve muitos que ficaram pasmados diante dele, sua aparência estava tão desfigurada, que ele se tornou tão irreconhecível como homem; não parecia ser humano;"(Isaías 52: 14). 

A segunda está em Isaías 53-3:"Ele foi desprezado e rejeitado pelos homens, um homem de dores e experimentado no sofrimento. Como alguém de quem os homens escondem o rosto, foi desprezado, e nós não tínhamos estima."

                                                                        Os Açoites

Yeshua (Jesus) veio a este mundo para ser homem de dores. O preço do resgate no passado era a doação/sacrifício. E Adonai (O SENHOR) doou o Cordeiro Santo para salvar e redimir toda humanidade: Yeshua HaMashiah (Jesus o Messias).

Em Lucas 23: 1-25 e João 19: 1-17; houve a farsa do processo preparado pelo Sinédrio hebraico, o envio de Jesus a Pilatos  e o desempate entre o procurador romano e Herodes. Pilatos ordena o flagelo de Yeshua (Jesus); então, os soldados o prendem numa coluna do pátio com os dois pulsos amarrados numa corda.

O tipo da arma que açoitou Jesus era:  tiras de couro, sobre as quais são fixadas bolinhas de chumbo e pequenos ossos. Eram dois soldados com açoites, um de cada lado, que golpeiam com chibatadas a pele do Senhor, já alterada por milhões de micro hemorragias provocadas pelo suor de sangue. A pele se dilacera (carne viva) e se rompe. O sangue espirra em cada golpe dado pelos flageladores. Vale salientar que, o máximo de chibatadas tomadas não chegavam a 40, pois antes disso, o flagelado desmaiava ou morria.
 Mas Jesus, tomou as 40 chibatadas e suportou toda dor por mim, por você, independente de sua religião e sua crença. Ele nos amou tanto; sua motivação para não morrer no flagelo foi toda humanidade que seria resgatada por Ele. Nesse flagelo, as forças de Jesus se esvaem, um suor frio lhe impregna a fronte a cabeça gira em uma vertigem de náusea, calafrios correm ao longo das costas.

                                                                     A Coroa de Espinhos

Com longos espinhos mais duros do que os de acácia, os algozes entrelaçam uma espécie de capacete e colocam sobre a cabeça de Yeshua (Jesus).O espinho penetrou no couro cabeludo do Senhor, fazendo- o sangrar. A madeira da acácia (ou cetim) era duro e sua planta tinha espinhos pontiagudos, sendo usado para criar os símbolos sagrados: arca, mesa e altar. 
Em Hebraico, o termo usado para acácia era shittah e seu plural shittin. As suas flores se parecem com pequenas bolas de ouro, também conhecidas como os louros da vitória. O incenso também foi feita da madeira da acácia.  De acordo com estudos, a coroa de espinhos foi feita de uma rara acácia egípcia, na qual eram mais duras e pontiagudas que a comum.  
Na Austrália, as sementes da acácia são estimuladas, infestadas e propagadas pelo fogo. Jesus passou pela prova do fogo ao ser flagelado. estimulou, infestou e propagou a salvação a toda humanidade por dois viés: 
1- o seu sangue derramado no corredor;
2- ao suportar os açoites e a coroa de espinhos. 

Depois da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, Ele disse o seguinte: " Digo-lhes verdadeiramente que, se o grão de trigo não cair na terra e não morrer, continuará só. Mas se morrer, dará muito fruto." (João 12;24).   

Amados, Jesus foi desprezado, experimentado por dores, sofrimentos e chagas que homem comum não poderia suportar. Se você ainda não morreu para os vícios, o pecado, a mentira, a malícia; se está errando o alvo (hamartia - conceito de pecado), é hora de morrer em Cristo ( deixar a vida errada, o erro) e segui-Lo de todo o coração. Ser nova criatura em Cristo, ter uma aparência gloriosa, cheia do Espírito Santo e dar frutos.
Existem três fases para que o trigo morra:
1- se despe da sua  casca;
2- seca e desnuda;
3- ressurge com nova aparência.

Jesus, ao ser provado, teve sua pele em carne viva, foi despido das suas vestes e derramou a última gota de sangue e no terceiro dia ressurgiu com aparência gloriosa. 
O apóstolo Paulo disse : " Pois aqueles que de antemão conheceu, também o predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que Ele seja o primogênito entre muitos irmãos." (Romanos 8:29). 

Vale salientar aqui que a palavra predestinação não significa uma espécie de escolhidos, como muitos estudiosos colocam. Mas o sacrifício de Jesus foi para todos; entretanto, somente os que  confessarem a Jesus como Senhor e Salvador será salvo. Deus salvou a todos!
Jesus vos abençoe!
Pr. Weliton Santos 
   

domingo, 23 de outubro de 2016

As dez fases do sofrimento de Cristo (parte 1)


                 
Está escrito: "Assim como houve muitos que ficaram pasmados diante dele, sua aparência estava tão desfigurada, que ele se tornou tão irreconhecível como homem; não parecia ser humano;"(Isaías 52: 14).
Estou fazendo um estudo sobre o grande amor de Deus, a conquista da nossa salvação, da plenitude e do sofrimento do Nosso Senhor Jesus.
A Bíblia diz que Deus amou o mundo de tal maneira que deu... A palavra dar significa compartilhar, conceder, presentear; isso o Pai fez: Deu o seu Filho Unigênito Jesus Cristo (João 3:16). Qual foi o propósito de Deus em dar o Seu Filho? 
A fim de que todo aquele que cresse em Jesus não perecesse ( morte espiritual, inferno, logo do fogo e enxofre; passar a eternidade longe de Deus); mas que tivesse a vida eterna.
Lembre-se queridos: 
1- A "morte eterna" é uma eternidade no inferno e, posteriormente, no lago de fogo e enxofre. " Ele punirá severamente e lhe dará lugar com os hipócritas, onde haverá choro e ranger de dentes.". ( Mateus 24:51). e diz mais: "E lancem fora o servo inútil, nas trevas, onde haverá choro e ranger de dentes.". ( Mateus 25:30). E para finalizar: "E estes irão para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna.". ( Mateus 25:40).  Queridos, Jesus fala dos hipócritas ( aqueles que pregam a Palavra e não vivem, são falsos, adúlteros, maltratam seus familiares, têm ódio no coração, são inúteis na obra, não são dizimistas e ofertantes, não respeitam a autoridade espiritual, são maliciosos, não ganham almas, querem fama, fazem a obra por dinheiro, falam mal dos irmãos, criticam os irmãos pela internet, nas pregações...) Estes são inúteis, avarentos, e se não houver arrependimento, irão para o inferno. E todos os que praticam a mentira, a imoralidade, que adoram imagens (seja de animais,deuses ou alguma pessoa/ personalidade), homossexuais ativos ou passivos, ladrões, avarentos (aqui coloco também os que retém aquilo que é de Deus: dízimos e ofertas e amam o dinheiro), alcoólatras, drogados, trapaceiros, caluniadores e maldizentes irão para o inferno e não herdarão o reino de Deus (Ver I Corintios 6:9 e 10).

2- A vida eterna é dada para os que vivem pela fé: amar a Deus acima de tudo e ao próximo como a ti mesmo. (Ver Mateus 22: 37- 40). 

Voltando a Isaías 52: 14, vamos estudar a fase dos sofrimentos de Cristo para nos resgatar do inferno e das trevas eternas.

                                                              Primeira Fase

A primeira fase está no Livro de Lucas Capítulo 22:44: " Estando angustiado, ele orou ainda mais intensamente; e o seu suor era como gotas de sangue que caíam no chão.".  

Por um momento, Satanás pensou que seria vitorioso: "Pai, se queres, afasta de mim esse cálice;" (Lucas 22: 42 parte a). O diabo estava rindo e pensando: a humanidade será minha. Mas o Amor de Cristo foi tão grande que Ele decidiu: " contudo, que seja feita a Tua vontade e não a minha." (Lucas 22: 42b). 

Jesus sabia o quanto seria difícil o resgate de toda humanidade do passado, presente e futuro; Ele passaria por uma morte humilhante, o diabo iria fazer de tudo para Yeshua (Jesus) desistir. Por isso um anjo o fortalecia ( Lucas 22:43).


A angústia foi tão grande que o seu suor era gotas de sangue. O único a relatar isso é o médico Lucas. Esse fenômeno chama-se hematidrose; esse caso é raríssimo. É produzido em condições excepcionais, tais como fraqueza física, acompanhada de um abatimento moral, profunda emoção, grande medo, a ponto de romper as finíssimas veias capilares que estão sobre as glândulas sudoríparas. O sangue se mistura ao suor e se concentra sobre a pele e então escorre por todo o corpo até a terra. Jesus viu o que seria carregar os pecados dos homens de todos os séculos, resgatá-los para Deus e ser considerado o Cordeiro de Deus,que  tira o pecado do mundo (João 1:29). 


Amados, tudo isso foi por Amor (Ágape), que não é um sentimento, mas um dos frutos do Espírito Santo. Por isso, receba Jesus como Senhor e Salvador da sua vida e viva a Plenitude de Deus e, no porvir, a Vida Eterna.

Fiquem com Adonai ( O Senhor).
Pr. Weliton Santos 
       

domingo, 9 de outubro de 2016

As dez maiores descobertas da arqueologia bíblica em Israel


Paz meus amados.
Estaremos começando uma série de estudos sobre a arqueologia bíblica.
As dez maiores descobertas da arqueologia bíblica, mostra a veracidade da Palavra de Deus. Jesus disse: "Os céus e a terra passarão, mas as minhas Palavras não hão de passar." (Mateus 24:35).
A arqueologia bíblica mostra aos cientistas e ateus o quanto eles têm sido tolos. A primeira descoberta é:

1-   Os Manuscritos  do Mar Morto.

Em 1947,os primeiros manuscritos foram encontrados em uma caverna às margens do Mar Morto por um jovem beduíno que cuidava de um rebanho de ovelhas. A notícia do achado espalhou-se rapidamente após a venda e aquisição dos primeiros manuscritos. De imediato a comunidade científica interessou -se pelo achado a "École Biblique et Archéologique Française de Jerusalém" desenvolveu pesquisas em Qumran e arredores  desde o final da década de 40 até 1956. O chefe da equipe, no período de 1951 a 1956 foi o frei dominicano Roland Guérin de Vaux (1899- 1971).
Os pergaminhos do Mar Morto, ou os manuscritos do Mar Morto são uma coleção com cerca de 850 documentos (em pergaminho), incluindo  textos da Bíblia Hebraica ( Antigo Testamento), que foram descobertos entre 1947 e 1956 em 11 cavernas próximos de Qumran, uma fortaleza a noroeste  do Mar Morto em Israel (em tempos históricos, uma parte da Judéia). Eles foram escritos em Hebraico, Aramaico e grego,entre o século II a.C. e o primeiro século depois de Cristo.

Fonte e Imagens: Cafetorah



Última Parte do Estudo de Gênesis 1



Paz amados.
Vamos postar a última parte do Estudo de Gênesis 1.
Romanos 5:12 diz: “ portanto, da mesma forma como o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim também a morte veio a todos os homens, porque todos pecaram;” . 
A palavra mundo aqui é Kosmos (universo). Portanto queridos, Lúcifer caiu depois da criação do homem e não antes. Pois:
1-Em Gênesis (1:31), Deus não chamaria de bom o universo onde já existia o pecado. 
2- O fato de Deus abençoar o sétimo dia como dia perfeito mostra que não havia nenhum traço de pecado.
3- O jardim do Éden foi criado no sexto dia e não antes.
4- A queda de Lúcifer foi depois da criação por orgulho de ser maior que Deus. Como ele foi lançado na terra, induziu a Eva a desobedecer a Deus.
A criação das plantas no terceiro dia mostra que Deus era a Luz e depois da criação das plantas, ele criou o Sol e as estrelas. A natureza foi criada para depender de Deus e não de astros.
Como a luz já havia sido criado no primeiro dia, as plantas precisavam de apenas de lua para produzir o seu alimento pelo processo de fotossíntese.
No sexto dia Deus criou os animais e o homem e dá plantas específicas para o alimento.
O homem era:
1- À imagem e semelhança de Deus;
2- Tinha domínio sobre a terra;
 3- Tinha domínio sobre os animais;

4- Foi abençoado com a multiplicação.
Amados, cada um tem a liberdade  de concordar ou discordar.
Que Jesus abençoe a todos!
Pr. Weliton Santos

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Quarta Parte do Estudo de Gênesis 1


Antes não havia nada, somente Deus.  Ele nunca surgiu nem foi criado, o tempo sim.
O tempo implica em mudança; Deus nunca muda. Está escrito: “Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamente.”. (Hebreus 13:8). Deus não está preso ao tempo. Ele não vê o futuro, mas está ao mesmo tempo no passado, no presente e no futuro, Aleluia!
O nome pelo qual Deus se revelou a Moisés (Ex. 3:14), revela a Sua característica. Suas ações no mundo são temporais, apesar de Ele não ser temporal.
Muitas religiões dizem que existe um criador. E vários deuses que são frutos da imaginação humana.  Mas em Gênesis 1:1 mostra que Deus criou o tempo (passado, presente e futuro [base três]); espaço (altura, largura e profundidade [base três]); e matéria (sólido líquido e gasoso).
A natureza é base três. Deus é triuno (três pessoas em uma). Muitas religiões são politeístas (existem vários deuses). O cristianismo é somente um Deus em três pessoas. O Deus da Bíblia se revela num sistema de cubo, ou seja, 13= 1.
A natureza foi criada com o potencial de eternidade, ou seja, durar para sempre. Deus disse a Adão que, no dia em que desobedecesse e comesse da árvore que Ele o ordenou não comer, certamente morreria. (Gênesis 2:16-17). As plantas foram criadas no terceiro dia e o sol no quarto dia. Em suma, as plantas foram criadas para ser dependente de Deus e não do Sol.
Deus é uma fonte inesgotável de energia. Pela Lei da termodinâmica: “sendo que o universo está derramando constantemente recebendo energia, então sua entropia (capacidade de desorganização)sempre tenderá para o mínimo (zero).”. 
 וְהָאָרֶץ) Veha’arets (Gênesis 1:2) significa terra (estado inicial) e não a um estado posterior ou final.
 (הָיְתָה) hayetah estava (não quer dizer que havia se tornado), mas era ou estava sem forma e vazia. Deus trouxe à existência do Estado sem forma e vazio.
A razão das trevas é que Deus não havia criado a Luz.  תְהוֹם (Tehom – abismo, profundeza). 
Tanto a Bíblia quanto a ciência relatam a existência de água nos primórdios do universo. E o Espírito Santo pairava suavemente (עַל-פְּנֵי) sobre as águas.
O primeiro dia aqui foi a existência da Luz(radiação eletromagnética), conforme versículo 3 do capítulo 1 de Gênesis: 
“E Deus disse: Haja luz e houve luz.” (Gênesis 1:3). Passaram-se tarde e manhã; este foi o primeiro dia. Aqui não resta dúvida: no verso 4 Deus separou as trevas da luz. Logo temos a seguinte sequência:
1- Trevas;
2- Criação da Luz;
3- Separação entre luz e trevas;
4- Fim do primeiro dia.
Logo, o primeiro dia começou no versículo 2.
Alguns estudiosos e, eu também já acreditei nisso, fala de uma batalha entre Miguel (Jesus) e Lúcifer e por isso a terra ficou sem forma e vazia. Essa teoria denomina-se Teoria do Hiato, criado por Thomas Chalmer (1780-1847 Teoria da Ruína e da Reconstrução). Essa teoria explica que Lúcifer já habitava na terra e se rebelou contra Deus, na qual enviou o primeiro dilúvio e o lançou no abismo. No entanto, foi o teólogo e reverendo William Buckland (1784-1856), quem popularizou esta ideia.
Nenhum comentário bíblico escrito antes do século XVIII fez menção a um possível hiato entre Gênesis 1:1 e Gênesis 1:2.
Vale salientar que a melhor explicação para os fósseis e camadas sedimentares encontrados na coluna geológica é o dilúvio de Gênesis e não um suposto dilúvio de Lúcifer.
Sei que muitos irão discordar e você tem essa liberdade, mas se Deus achou toda criação perfeita, creio que Lúcifer caiu depois dela. E por isso sentiu inveja e maquinou ser maior que Deus em seu coração.  Mas não estou aqui para impor minha posição em ninguém; mas mostrar que antes de tudo Deus já existia.
Jesus é o Início e o fim. O princípio e o fim de tudo chama-se YESHUA (JESUS).  Se obedecermos a Ele de todo o nosso coração, seremos salvos (plenitude).  
Deus vos abençoe!
Pr. Weliton Santos.

domingo, 7 de agosto de 2016

Pokémon Go, o lado obscuro



Paz meus queridos. Está escrito: “Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação de vossa mente para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e prefeita vontade de Deus.” (Romanos 12:2).
A palavra grega para transformação de mente é: (μεταμορφοῦσθε) metamorfose; isso mesmo. Os modismos do mundo (moral) não podem sobrepujar aquilo que Jesus fez por nós, os nascidos de Deus. Percebo o quanto a moral mundana tem entrado no meio do povo evangélico e muitos estão despercebidos como àquelas virgens néscias que achavam a chegada do noivo demorada e não se posicionaram para encher o teu candeeiro.  
Quantos defendem políticos que criam leis de inversões de valores; quantos compram roupas da moda para agradarem aos filhos (não estou dizendo que seus filhos devem andar que nem mendigos). Quantos ensinam ou deixam seus filhos ouvirem músicas que fazem apologia ao sexo exacerbado e às drogas?Ou até permitem que seus filhos e filhas crentes façam sexo sem ter casado?
Levamos à Palavra de Deus que ouvimos da igreja ao mundo e não levar o mundo para a igreja.
Bem, há alguns dias surgiu um aplicativo denominado Pokémon (Pocket= bolso Mon= monster= monstro). Logo tal palavra significa monstro de bolso.

O aplicativo Pokémon Go ( foi o aplicativo mais baixado em todo o mundo). Esse jogo, aparentemente inocente para smartphones, o objetivo do jogador é capturar Pokémon. Entretanto, essa captura se dá no entorno real, mediante recursos como a câmera e o GPS.
O aplicativo tem a localização real de cada usuário e, com base nelas, adiciona realidade em cada jogo. Logo é preciso se locomover fisicamente para capturar os monstros.
Um dos sites de pornografias elogiou a empresa criadora do aplicativo por ser a mais acessada em todo o mundo. Infelizmente, a pornografia é um dos sites mais acessados por todo o mundo e a aplicativo superou.
Existem especulações que a empresa Keyhole Inc. foi patrocinada por uma empresa de capital de risco chamada In –Q-Tel, que é uma fundação especialmente da CIA( Companhia de Inteligência Americana); em suma,é um tipo de vigilância.  
Jornais de grande circulação nacional e internacional noticiaram roubos, acidentes e até mortes por causa desse inocente jogo. Em Goiânia, um jovem teve o celular roubado por parar nos famosos pokestops; um homem que dirigia seu veículo colidiu com uma árvore por estar perseguindo os monstros de bolso.
O Exército Israelense baniu o aplicativo entre seus militares temendo vazamento de informações. O jogo capta dados reais do aparelho do usuário.
Nos EUA, um grupo de rapazes foi preso por cometer assaltos a jogadores do Pokémon Go. A localidade dos pokestops, que são lugares sombrios, também pode expor os usuários a sofrer abusos sexuais.
Especula-se que as pokebolas são semelhantes aos recipientes de bronze da Goetia (seita satânica de feitiçaria, na qual existem 76 demônios). Alguns pokémons se parecem com os demônios da Goetia.
Crianças podem ser atropeladas em busca do seu Pokémon; um adolescente americano se deparou com um cadáver quando ia pegar seu monstrinho na beira lago, numa cidade dos EUA.  Quatro adolescentes foram assaltadas em Goiânia.
 Existem pessoas usando o jogo em velórios, nas igrejas e em reuniões de negócios.
O governo do Japão fez apelo para que usuários do aplicativo ficassem longe da usina radioativa de Fukushima.
Amados, vivamos pela Palavra e ensinemos aos nossos filhos a não ser influenciado pelo mundo (moral), mas como filhos de Deus, em Jesus Cristo, possamos mudar pela renovação da nossa mente e experimentemos a boa, perfeita e agradável vontade de Deus.
Shalom a Todos!
Pr. Weliton Santos
11 98136-6877 (Whatsapp).



quinta-feira, 21 de julho de 2016

Terceira Parte do Estudo de Gênesis Capítulo 1



Queridos leitores. Estamos na terceira parte do nosso estudo e gostaria que todos aprendessem. Por favor, repassem para os grupos que fazes parte. Este estudo é fruto de intensa pesquisa bíblica (várias traduções, inclusive o hebraico e o grego), bem como pesquisas bibliográficas.
Vale salientar queridos, que o livro de Gênesis não é ensinar ciência, mas apresentar uma narrativa histórica fiel e verdadeira. Deus em primeiro lugar ensina numa narrativa geral e depois descreve os detalhes.
Gênesis 1:1 (Resumo criação de todas as coisas.).
Gênesis 1:2 a 2:3 (explicação detalhada de como elas foram criadas.).
Gênesis 1:26-28 (resumo da criação dos seres humanos).
Gênesis 2:4-25 ( explicação detalhada de como os seres humanos foram criados).
Os detalhes esclarecem o resumo e isso evita qualquer interpretação errada do que foi proposto, a saber: uma narrativa histórica, fiel e verdadeira sobre a origem do universo e da vida. A Bíblia não trabalha com teorias (possibilidades) e sim com a realidade. A ciência é totalmente dependente das teorias; a Bíblia não.
Se Deus não existisse nada existiria; tudo existe porque Deus existe!
Logo, existe uma grande diferença entre o relato histórico proposto pela ciência e a narrativa histórica da Bíblia.
Está escrito: “Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo que aquilo que seve não foi feito do que é visível.” (Hebreus 11:3).
A natureza foi criado por um ser invisível;ela não surgiu espontaneamente.
Usando as leis da termodinâmica que diz o seguinte: “a energia do universo é constante, portanto, a entropia tende sempre para o máximo. Isso significa que a quantidade de energia existente no universo não pode ser aumentada ou diminuída. Sendo assim, sua capacidade de desorganização (entropia) sempre estará no limite máximo.”.
Se a natureza tende a se desorganizar, significa que alguém a criou: Deus. Por isso não é possível provar cientificamente que Deus criou o universo, mas por fé e isso, o escritor dos Hebreus afirma que a crença é por meio da fé.
O Deus da Bíblia é monoteísta e não politeísta.Perceba queridos: o Deus da Bíblia é triuno; ou seja, um Único Deus em três pessoas (Pai, Filho e Espírito Santo). O Deus da bíblia é três em um e a natureza é bem peculiar observe:
A natureza existe no tempo (passado, presente e futuro [três em um]) e no espaço (largura, altura e profundidade [três em um]).
A natureza é composta de átomos (que se dividem em prótons, elétrons e nêutrons [três em um]). Prótons e nêutrons existem na forma de três quarks [três em um].
Está escrito: “No princípio Deus criou os céus e a terra.” (Gênesis 1:1). Isso é uma afirmação irrefutável!
Qualquer teoria que queira explicar a origem do universo será apenas uma teoria e não uma informação irrefutável. Vemos a criação do tempo (No princípio), espaço (os céus) e a matéria (terra).
A terra (matéria) estava sem forma e vazia. Aqui o autor de Gênesis fala a respeito da matéria e não do planeta Terra, pois ela tem uma forma.
O tempo não é algo manipulável; ele implica em mudança ou movimento. Sem isso, não podemos medi-lo em percebê-lo. Antes de Deus ter criado o mundo, não poderia ter havido o antes, pois não haveria o que mudar.

Somente com a criação do espaço e da matéria, o tempo poderia ter passado a existir.  Antes da criação do mundo não havia nenhuma mudança. Logo, não poderia haver tempo. Por isso a pergunta: “quem criou Deus ou quando Deus foi criado?” não é coerente, pois não existia tempo, mas já existia Deus!
Que Jesus vos abençoe!
Pr.Weliton Santos 
1198136-6877 (Whatsapp).

sábado, 9 de julho de 2016

Segunda parte do Estudo de Gênesis Capítulo 1


Queridos, vamos dar continuidade a este abençoado estudo. Antes,peço aos irmãos que divulguem a todos pelo Facebook, pelo Whatsapp entre outros aplicativos e redes sociais;basta copiar o link e enviar aos seus contatos. Peço também aos queridos que nos ajude com o evangelismo no Brasil. Ao lado está o número da conta e creio que Deus muito irá te abençoar.  
Vale salientar queridos que a Bíblia deve ser obedecida e não estudada como conhecimento acadêmico. Muitos concordarão ou discordarão com este estudo que foram dias de pesquisa nos originais da Bíblia e algumas bibliografias.  
Cersei Lewis, autor das Crônicas de Nárnia, diz o seguinte: “Eu acredito no Cristianismo como acredito no brilho do sol; não simplesmente porque eu veja, mas através dele posso ver todas as coisas.”. Vemos as coisas com algum tipo de lente. Por exemplo: Você é a favor ou contra a pena de morte? Muitos dirão que somente Deus pode tirar a vida. Agora em outro olhar: A vida é preciosa ou não? Você não acha que um assassino deveria ser ameaçado com pena de morte se tirasse a vida de alguém, na qual também é preciosa? Mudou um pouco a opinião!
          Se você tirar a vida de alguém, o Estado vai matá-lo. Daí você diz; isso não é bíblico. Mas quem estabeleceu a pena de morte? Deus. Provo para você: Estamos debaixo da pena de morte enquanto seres humanos; todos irão morrer.

3- Criacionismo Bíblico: comprova a veracidade e historicidade da Bíblia.

A bíblia é um livro de História (história das civilizações do mundo); tem analogias (parábolas- comparações), figuras de linguagem (maneiras de se expressar) e tem visões de futuro. Algumas coisas não são literais, mas a maior parte é literal. A Bíblia não interpreta a história, descreva-a. O relato bíblico foi descrito pelo próprio Deus, que utilizou homens para escrevê-lo.
          No versículo dois diz assim: “E a terra estava sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.”. Deus começa a explicar exatamente como Ele criou o universo. Primeiramente uma massa de matéria foi criada.  Nos dias que se seguiram a criação, Deus deu forma a massa que hoje conhecemos por Terra. Ele então a encheu com plantas e animais. O Espírito Santo trabalhou no embelezamento do universo. Está escrito em Jó 26:13: “Pelo seu Espírito ornou os céus; a sua mão formou a serpente enroscadiça(universo e galáxias).”.
A Bíblia não interpreta a história; o relato Bíblico originou-se que Deus esteve presente em cada momento da história, o qual nunca esteve preso ao espaço e ao tempo. A visão de Deus a respeito da história sempre foi perfeita, completa e sem a maior distorção.
A Bíblia descreve a História. Deus esteve presente em cada momento descrito, podendo observá-lo do melhor ponto de vista possível, vendo-os no contexto de todos os demais eventos que ocorriam simultaneamente ao redor do mundo, sem nenhuma distorção que comprometesse a fidelidade da descrição feita.
Ela oferece a verdadeira história: tudo que a Bíblia relata ocorreu no tempo e no espaço (numa hora específica, de um dia específico, de um mês específico, de um ano específico e de um lugar específico.).

Que Jesus vos abençoe.
Pastor Weliton Santos
Whatsapp: 11 98136-6877.
 


domingo, 19 de junho de 2016

Estudo de Gênesis Capítulo 1


A paz meus queridos alunos e alunas e leitores do Seminário Teológico Casa de Deus.
Vamos postar a primeira parte do estudo de Gênesis(בְּרֵאשִׁית- BereShyt) capítulo 
1. O estudo será dividido em sete partes, dividido em quatro tópicos:
A primeira uma visão e conceitos das teorias científicas;
A segunda será a criação do universo e dos céus;
A terceira a criação dos animais 
A quarta a criação do homem.

Vale salientar que a nossa crença em Deus é por meio da fé em Sua Palavra. Não estamos investigando a Deus, nem estudando a Sua existência; essa teologia é hipócrita. 
Estamos dispostos a defender a nossa fé por meio de tais estudos. Logo, não coloque-o como juízo de valor, mas algo complementar. A bíblia já nos completa, amém?

As descobertas arqueológicas mais expressivas, no que diz respeito à Bíblia, ocorreram na era moderna, nos três últimos séculos. O maior achado arqueológico do século XX é a descoberta dos assim chamados "rolos do Mar Morto" ou, então, documentos de Qumran, em 1947 a 1956. Merece destaque o Primeiro Rolo de Isaías, um comentário sobre Habacuque e fragmentos do Antigo Testamento hebraico, que chegaram até nós.

Vale salientar que a Bíblia não deve ser analisada, mas obedecida.
          Está escrito: “No princípio criou Deus (Elohim) os céus e a terra.”. A Palavra Elohim (El – Deus ; Lohi – Lodo ou Barro); (Elohim- Deus Homem; Pai dos Deuses; Deuses). A palavra Elohim é um idioma Adâmico, na qual passou por Noé e com estes textos, Moisés escreveu os cinco livros da Torá ( Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio) e veio se tornar o idioma hebraico clássico. A Palavra Elohim usada por Moisés significa (Deuses homens – plural) e tem a seguinte interpretação: estavam presentes na criação o Deus Pai, o Deus Filho e o Deus Espírito Santo.
          A tradução no Hebraico do versículo 1 de Gênesis (בְּרֵאשִׁית- BereShyt), assim está escrita: “Bereshyt Bará Elohim Et Hashamaym Veet haArets.”
א בְּרֵאשִׁית, בָּרָא אֱלֹהִים, אֵת הַשָּׁמַיִם, וְאֵת הָאָרֶץ.
A palavra “Bara” (criar) é trazer à existência aquilo que não existe. A fé, segundo o Livro de Hebreus 11-1: ”É o Firme fundamento das coisas que se esperam e a convicção de fatos que não se vê.”. Por isso que a fé (uma parte de Deus em nós), também é um dos frutos do Espírito Santo.
          Hashamaym (céus, universo, cosmo, firmamento, planetas, galáxias, grandeza, Deus), prova que Elohim é o criador de todo o Universo.  Destaco aqui três tipos de Criacionismo: O Científico, o Religioso e o Bíblico.
1- Criacionismo Científico: trata apenas da resposta ao questionamento: “Processos Naturais e Leis da Natureza teriam trazido à existência o Universo e a vida e a complexidade que encontramos neles?”. Resposta: Não. Caso contrário, toda teoria naturalista, evolucionista entre outras estariam certas. Recomendo a leitura do professor e cientista doutor Adauto J. B. Lourenço: Como tudo começou. Aborda a parte científica da criação.
2- O Criacionismo Religioso é irrelevante para este estudo.
          Existe uma grande diferença entre Ciência Estabelecida e Posicionamento Científico. Richard Dawkins, grande zoólogo e etólogo (estuda os insetos), ateu (para ser ateu tem que ter fé para crer que Deus não existe, logo ateísmo é uma religião); diz o seguinte: “Criação espontânea é o porque as coisas existem e não o nada.” Isso não existe; pois se foi criação não pode ser espontânea. E se foi espontâneo não foi criação.
E ele disse mais: “Não é necessário invocar Deus para acender o estopim e fazer com que o universo funcione.”. Mas precisa ser demonstrado como o estopim foi aceso. Outra “Porque existe uma lei da gravidade, o universo pode e se criará do nada.”. O que a gravidade tem a ver com nada? 
Sou professor, engenheiro eletricista e entendo bem de matemática e física. Vou te fazer uma pergunta: qual a força gravitacional em cima de um montão de nada? Resposta: zero.
          
Queridos, isso não é ciência, nem religião. Isso é loucura! Em suma, as teorias evolucionistas são loucuras e o ateísmo é também outro absurdo e loucura. Carl Poper, um dos filósofos mais influentes do século XX disse: “o senso crítico, cauteloso e a incessante busca da verdade é que faz um cientista.”. Nenhum dos cientistas ateus respondeu à pergunta: porque existe vida inteligente no universo?

         Amados, o doutor Lennox, disse o seguinte: “Cosmo visão ateísta de Stephen Hawking e demais naturalistas de excluir Deus, é por suposição e não por razões científicas.”. Quanto mais os cientistas estudam, mais eles têm necessidade de um criador. 

Doutor Arthur Compton, Prêmio Nobel em 1927, disse: ”Para mim fé, é a compreensão de que um Ser Supremo criou o universo e criou o homem. Pois o universo organizado e inteligente testifica a favor da afirmação jamais pronunciada: No Princípio, Deus.”. 

Queridos, Deus é o criador de todas as coisas isso é fé. Podemos por meio da Sua Palavra sentí-Lo e conversar. Uma Palavra que sempre devemos ter em nossos corações e falar com o Pai é esta: " Vê se em minha conduta há algo que te ofende e guia-me pelo caminho eterno."(Salmos 139:24). 

Que a teologia não seja um estudo sobre Deus, mas um esclarecimento a respeito dos estudos da história antiga e contemporânea; que isso seja um estudo de defesa da nossa fé perante os "intelectuais". Mas lembre-se: mesmo perante essa "turma", quem é guiado pelo Espírito Santo fala o que Ele manda.
Até a próxima!
Pr. Weliton Santos.






quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Uma Geração Cheia (Parte 1)



      Paz meus queridos leitores do nosso blog. Está escrito:
"Então formou Deus o homem do pó da terra e  soprou em suas narinas o fôlego de vida; e o homem tornou-se um ser vivente." (Gênesis 2:7).
No versículo 15 do mesmo capítulo, está escrito que Deus pôs o homem no jardim do Éden, deu lhe entendimento para nomear animais e frutas, deu-lhe uma esposa e todas as tardes vinha ensinar ao casal e conversar com eles. Vale salientar que Deus criou homem e mulher; todo relacionamento que ultrapassa isso é diabólico.
        Quando o ser humano temo sopro do Pai, a sua vida torna-se abundante, casamento e família são abençoados e espiritualmente somos denominados adoradores e amigos do Senhor Jesus. Esse sopro é a presença de Deus que em hebraico lê-se (vayapach nishemat chayym). No capítulo 3 de Gênesis, versículos 19 ao 24, quando o homem desobedeceu ao Senhor, ele tornou-se vazio:

1- Da presença de Deus: por isso vemos nesse século pessoas vazias, depressivas, jovens  e adultos que procuram se preencher nas drogas, no álcool, nas baladas e, quando a cortina desce, ou quando tudo termina, está vazia, triste, aflita e sem paz.
2- Da frutificação e da multiplicação: Quando Deus pôs o Adão e Eva no paraíso, eles não tinham necessidade de nada; tudo que plantavam eles colhiam. Ao desobedecer, ele ficou vazio da multiplicação, da frutificação e do domínio. Com isso houve a necessidade de ofertar e dizimar para que a terra, que se encontra amaldiçoada fosse próspera e houvesse colheita.
3- o ser humano estava fadado à morte física e espiritual. Por causa da desobediência à Palavra de Deus, muitos morreram física e espiritualmente; O Senhor não obriga ninguém a servi-lo. A pessoa tem a escolha de viver debaixo da morte espiritual e condenação eterna ou viver em Cristo.

        Houve o começo de sacrifício de animais para  redimir os pecados; começou com Deus dando vestes a Adão e Eva, Abel ( que foi morto pelo seu irmão Caim movido de inveja), Noé, Abraão, Moisés, o sumo sacerdote ( que deveria expiar por ele e pelo povo uma vez por ano).        
       
        Entretanto, o sangue de animais não iria expiar e restaurar o ser humano para sempre; por isso Deus enviou seu Filho Unigênito para salvar o pecador ( João 3:16) " Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que Deus o seu Filho Unigênito para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna."
        O próprio nome hebraico do Senhor Jesus YESHUA ou YEHOSHUA, significa Deus salva. Se crermos em Cristo e O recebermos como Senhor e Salvador, teremos a Vida Eterna e todas as bênçãos por causa do nome de Jesus estarão conosco.

No Amor de Cristo,
Pr. Weliton Santos
Whatsapp 11 98136-6877 (Louvor, Ministração e Pregação).

sábado, 9 de janeiro de 2016

Marcha para satanás; se quiserem marchar, que marchem!



    Paz amados do Senhor e que Jesus abençoe a todos. Está escrito: “Sabemos que somos de Deus e que todo o mundo está no maligno.” (I João 5:19). Segundo boatos, no dia 17 de janeiro do presente ano (2016), será realizada a primeira marcha para satanás. Amados, muitos vieram para mim dizendo: pastor Weliton vamos entrar no joelho nesse dia às 16 horas. Engraçado que eu respondi: “não; se quiserem marchar que marchem!”.

    Muitos mandaram áudios no whatsapp (zap zap) e muitos disseram que não iam passar na Avenida Paulista nesse dia pois o clima estará pesado. Assim como não acredito em profetadas, em pseudos- avivamentos, vou ficar dando condição e audiência à marcha para um derrotado? Nunca.

O apóstolo João, na sua primeira epístola (carta), nos alertou que o mundo (κόσμος – kósmos) está sobre o poder do maligno. Por que João disse isso?
1- O mundo que João se refere (Kósmos) é a moral, o comportamento e o próprio planeta terra.
2-Em outras palavras, o apóstolo está falando: Quando a pessoa comete pecado, está afastada de Deus, ela está sobre o poder do maligno.

3- É tão verdade essa escrita que ele próprio escreve: “Porque quem comete pecado é do diabo, porque o diabo peca desde o princípio. Para isto se manifestou o Filho de Deus: para desfazer as obras do diabo.” (I João 3:8).
4- Quando recebemos Jesus como Senhor e Salvador, as obras do diabo são desfeitas da nossa vida e vivemos em novidade de vida e pregando as Boas Novas da Salvação.

5- Jesus nos ordenou a pregar o Evangelho a toda a criatura (pois filhos de Deus são os que recebem Jesus como Senhor e Salvador, de acordo com João 1:12); Está escrito: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. (Marcos 16:15).
6- Jesus complementa nos versículos seguintes que: no Nome de Jesus expulsaríamos demônios, falaríamos novas línguas (γλώσσαις- glõssais), se colocássemos as mãos nos enfermos eles seriam curados. Vale salientar que o termo língua escrito, significa falar novo e a aprendizagem de outros idiomas para que o Evangelho fosse pregado. Isto se confirmou em Atos 2.

Voltando a tal marcha do capeta, não me preocupo pelo seguinte:
1- As pessoas que estarão na tal marcha, irão adorar a um derrotado, Jesus veio para desfazer as obras do diabo, tem a chave da morte e do inferno; Ele venceu o pecado, a morte e o diabo, Aleluia!

2- O propósito da marcha é a destruição da família tradicional, a morte dos que são contra os erros e que protestam veementemente contra as inversões de valores. Ou seja, os satanistas(como são conhecidos), na realidade são militantes de esquerda, ateus (não agravando a todos, pois têm muitos ateus que são pessoas de bem), feministas e pessoas que defendem todo o tipo de patifaria e inversões de valores.
3- Eles (os adoradores do capiroto), estarão pondo a cruz de cabeça para baixo: podem até queimar! Jesus foi o Único a sair dela por meio da morte e ressurreição. O que eles querem é audiência assim como a dita igreja inclusiva(dos homossexuais), as falsas religiões, o islamismo entre outros.

Queridos enquanto os adoradores do capiroto irão marchar para um derrotado, eu irei ganhar almas para o Senhor Jesus e nada de interceder para frustrar os planos; vou atrás de almas que estão sofrendo e levá-las até os braços do Senhor Jesus. Por isso disse que não estou nem aí enquanto um bando de crentes estão “com medinho”... Quem tem medo do diabo é quem está longe do Senhor Jesus. Por isso que na Igreja Batista Casa de Deus entre outras que fazem cultos de libertação os demônios levam fogo e as pessoas oprimidas por eles são libertas.
Lembrem-se: se vocês estão apreensivos a respeito da marcha do capeta, é porque não nasceu de Deus; pois os nascidos de Deus, o maligno não toca (I João 5: 18). Jesus está voltando? Claro que sim! Vamos fazer a nossa parte em pregar o Evangelho, evangelizar, distribuir folhetos, abençoar a igreja com os dízimos e as ofertas para que se abram mais congregações e igrejas...Sem temer às profetadas, aos pseudoavivamentos e aos adoradores do diabo. Lembro de uma canção que o trecho é o seguinte: “ se o diabo manifesta leva fogo, toma o caminho de casa para o inferno vai voltar. Fogo no diabo da cabeça aos pés, quem manda fogo Santo é Jesus de Nazaré...”.

Que Jesus abençoe a todos vocês e não se preocupem com essa marcha, pois eles adorarão a um derrotado. Vamos ganhar almas pra Jesus e louvá-lo; pois Ele sim é digno de toda honra, louvor e adoração. Para Ele marcharemos, pois venceu o pecado, a morte, as doenças, o inferno e o diabo.

No amor de Cristo,
Pr. Weliton Santos - Whatsapp (11) 98136-6877.