sábado, 15 de abril de 2017

Estudo sobre Hamartiologia III



Vamos dar continuidade ao nosso estudo sobre a Doutrina do Pecado.

Qual a fonte do pecado?

Existem diversas fontes entre elas estão: a natureza animalesca do ser humano; a ansiedade causada pelo querer e os limites da natureza humana; alienação existencial de Deus e a competitividade provocada pelo individualismo humano.

Essas naturezas ocorreram depois da queda do casal (Adão e Eva), o planeta Terra estaria para sempre arruinado no pecado e o ser humano se perverteria a ponto de se tornar igual ao próprio diabo. Tornou-se então o ser humano assassino, desobediente, querendo ser maior que o Criador, a ponto de construir torre que atingisse o céu. O ser vivente ou alma vivente agora iria voltar ao pó.

A questão do homem e da mulher após entenderem que estavam nus, significa o despertar dos desejos. E, como está escrito em Romano 1: 18 ao 31, na qual a Ira de Deus está contra toda humanidade, aborda pecados de idolatria (adoração de imagens), na qual seu fim levava as mais absurdas imoralidades sexuais tais como: homossexualismo, zoofilia, incesto, sexo grupal e prostituição. São desejos que foram semeados após a queda do homem e da mulher por satanás.

Por isso vemos pessoas que não acreditam na existência de Deus (eles querem ter argumentos para pecar e cometer atrocidades sem ser julgados por um "deus"); vemos pessoas que roubam os mais pobres, que defraudam a justiça, casamentos destruídos e contemplamos a pior aberração da modernidade: o homossexualismo e a ideologia de gênero. Essas e muitas outras coisas são resultados da queda do homem.

Logo irmãos, a fonte do pecado se manifesta, de acordo com I João 2:16 que está assim escrito: "Pois tudo quer há no mundo - a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação de bens- não provém do Pai, mas do mundo."  
Outras traduções trocam a palavra ostentação de bens por soberba da vida. Mundo escrito aqui é no grego κόσμου, variante de κόσμῳ. 
  A primeira representa todos os seres humanos que estão afastados de Deus; a segunda universo. É sobre essa nomenclatura kosmos (cobiça da carne, cobiça dos olhos e soberba da vida, bem como os prazeres animalescos do ser humano que o diabo reina). Satanás não reina sobre a criação de Deus, nem sobre a criatura,mas seduz aos homens sobre as cobiças, invejas, desejos malignos, enganos, defraudações, seduções, prazeres materiais, os valores morais e espirituais degenerados. O apóstolo Tiago diz para "não se corromper pelo mundo" (1:27).

Quais as consequências que o pecado traz para o ser humano?

São inúmeras consequências e prejuízos que o pecado faz. Na próxima semana estarei abordando a respeito.
Shalom a todos!
Pr. Weliton Santos (11) 98136-6877.

Um comentário:

  1. Uma ótima abordagem,em uma perspectiva onde mostra que por causa do pecado,muitos se tornam "cegos"para Deus tornando-se subversivos,em sua ignorância querem ser como deuses!

    ResponderExcluir